quinta-feira, março 13, 2014

DEBATE: Comunista catarinense destrói os argumentos de uma "olavette" paulista


Recentemente, num dos vídeos de A Voz do Comunismo, foi verificada uma atividade um pouco além do comum. É sabido que esses vídeos são monitorados e atacados pela camarilha do neofascista Olavo de Carvalho que por seu medo de aparecer e confrontar o auto do canal A Voz do Comunismo e A Página Vermelha, isto é, Cristiano Alves, frequentemente envia seus correligionários para praticar bullying nos vídeos e caluniar e difamar seus participantes. Um debate, entretanto, travado entre a camarada Angela e uma olavette chamada Clarissa, mereceu uma especial reprodução aqui.



Comentou Clarissa no vídeo "Stalinismo":

Parei na parte que a moça diz que a Coréia do Norte não é o inferno que o professor Bertoni apresentou! kkkkkkkkkkkkkkk' vc tá loka? Pelo amor né, se a senhorita tem o mínimo de conhecimento em informática você saberá pesquisar sobre vários grupos de Direitos Humanos que tentam de alguma forma alertar o mundo sobre campos de concentração da Coréia, relatos de desertores, pare de ser tão estúpida, não precisa ser um gênio para constatar no Google Earth que esses campos existem, como vocês são babaquinhas, mal informados e idiotas! Leia Fuga do campo 14, ha não! Ela vai dizer que é tudo invenção dos capitalistas!


Comentários de Cristiano Alves: Aqui nós temos um clássico exemplo de olavette, escrevendo com a leviandade que lhes é inerente, argumentos como "kkk", risadinhas e deboches, para compensar sua pobreza intelectual e argumentativa. Com todo respeito pelos nossos leitores, é indispensável lembrar aqui uma passagem o que o Olavo de Carvalho certa vez respondeu numa a "obamista":

"não, não vem com risadinha, ô moleque, você acha que risadinha é argumento? Bah, palhaço, desliga essa merda e vai tomar no seu cu. (...)você enfia um dedo no cu e outro na boca e depois fica trocando que aí você vai descobrir a sua verdadeira vocação"


Mas a camarada Angela soube responder devidamente ao comentário sem a baixaria típica de Olavo e de sua camarilha:


"Leia Fuga do campo 14"  diz a olavette fanática!

Eu sei que você NÃO leu esse livro, foi só indicação do seu astrólogo nos vídeos não foi? Eu assisti o vídeo no qual ele faz a indicação desse livro.

Você já ouviu falar de Guantánamo para achar que é autoridade em Direitos Humanos? Por acaso já leu algum livro sobre a teoria do "direito penal do inimigo" para achar que sabe alguma coisa sobre campos de concentração? `Por acaso tem ao menos noções elementares do direito penal brasileiro para vir com esse puritanismo barato?

Vou deixar pra lá porque considero uma humilhação discutir com quem se limita ao conteúdo áudio-visual fascista do Olavo de Carvalho e acha que xingar os outros na internet é algo bonito. Não é bonito ser feia minha cara.

Em contrapartida vemos o argumento da olavette sudestina Clarisse:

Ela não aceita fuga do campo 14 porque acredita que é mentira, claro a Coréia do Norte é um paraíso hahaha' me diga Angela, não existem campos de concentração lá? E como é a economia? E me fale sobre o ditador e sobre a população, agradeço.





Comentários de Cristiano Alves: Qualquer comunista marxista-leninista já tem a "polenta pronta, enquanto eles ainda estão atrás da manteiga". É obrigação do marxista-leninista conhecer os argumentos do lado oposto, e isso é feito de duas formas. Na luta sindical, por exemplo, marxistas-leninistas são frequentemente expostos à ideologia da burguesia, seja pelo patrão capitalista, que diz que "paga vários salários à empregada doméstica"(como já testemunhado pelo autor desse artigo na presença dos camaradas Assunção e Vicente Izidório, do Sindipetro) a fim de parecer generoso, ou mesmo pelo operário não politizado que acha que "o patrão é seu amigo", sendo que esse "amigo" não depositou os valores correspondentes ao seu FGTS nos últimos 15 anos(!!!), fato testemunhado por este que vos escreve, conseguindo ganho de causa para o operário aposentado que via no patrão o "seu amigo".

Comentários de Angela Sztormowski:


Quando eu te classifiquei como olavette eu quis dizer que você não tem personalidade, apenas regurgita irracionalmente o que engole dos vídeos do velhote fascista. Eu jamais disse que a Coréia do Norte é um paraíso, existem sociedades melhores e piores, paraísos não existem! Portanto essa sua tentativa de debochar do que eu disse é simplesmente ridícula e baixa, você não merecia nem resposta por falar algo tão idiota.

Não neguei a existência do GULAG e nem disse que não existem campos de trabalho na Coréia do Norte. Mas, por que a surpresa de existirem campos de concentração em países socialistas que vivem sob ameaça de uma guerra iminente provocada por países imperialistas? Por que essa rebeldia toda contra coisas que existem HOJE no capitalismo em tempos de “paz”? Engraçado vocês aparecerem aqui com essa ousadia toda de dizer que defendemos “regimes genocidas” e esquecerem-se desse fato como em um toque de mágica. 

Já que vocês se acham os paladinos dos direitos humanos e da justiça, por que vocês não se rebelam contra os campos de concentração capitalistas? Por acaso o velhote fascista lhes contou sobre o campo de concentração da Inglaterra liberal na Austrália? Para esse campo de concentração eram mandados “dissidentes” irlandeses para serem torturados, terem boca e ânus inspecionados e serem tratados como animais. Ao mesmo tempo em que isso acontecia, os liberais exterminaram a população aborígene da Austrália! Mas cadê a revolta contra esse genocídio?   O velho lambedor de botas do imperialismo americano contou sobre os campos de concentração em Crystal City nos EUA? Nesse campo de concentração eram “internados” americanos de origem japonesa para serem submetidos ao tratamento terrorista dos liberais. Cadê a revolta? Em 1997 Clinton admitiu publicamente que em 1960 homens negros do Alabama foram usados como cobaia humana pelo governo dos EUA , doenças como a sífilis não foram curadas porque o governo queria estudar os efeitos da moléstia em uma camada da população. Isso não lembra as práticas de Joseph Mengele na Alemanha nazista? Mas cadê a revolta? Os liberais dizimaram a população indígena dos EUA em nome do imperialismo, não ouço um pio de revolta contra isso. No livrinho de ficção “Fuga do campo 14” não tem essas informações não é mesmo?

Portanto, sugiro que vocês olavettes metidos a puritanos que removam os seus traseiros sujos e a suas caras hipócritas daqui , vão comentar onde existem tapados iguais a vocês, no seu habitat natural : os vídeos do “professor” lunático.

Olavettes não têm argumento NENHUM, só sabem debochar, odiar e xingar. São a escória da sociedade, são sujos e mentirosos!

E para finalizar, eu nunca defendi abusos e nem genocídio.Nos campos de trabalho da URSS se houvesse mortalidade dos detentos ou negligência por parte dos dirigentes esses eram punidos e submetidos a inspeção. Quem estava internado no GULAG era visto como alguém passível de recuperação, o que não acontece nos campos de contração capitalistas. E essa informação não saiu da minha cabeça e nem da cabeça de nenhum comunista e sim da página 95 do livro "Crime and Punishment in American History" de um professor a americano chamado Lawrence M. Friedman, que por sinal não é nada simpático ao comunismo.

Conclusões e lições adquiridas por A Página Vermelha: O debate indubitavelmente e inexoravelmente é desfavorável à olavette Clarissa dos Santos, não somente por que a camarada Angela Sztormowski compõe o quadro de articulistas de A Página Vermelha, mas também por que se mostrou incapaz de fazer qualquer citação pertinente, limitando-se a citar um livro que ela provavelmente nunca leu. Na realidade, leitura não é o forte do olaviado, mas eles tem sim, um ponto forte, que é a repetição ad infinitum de mantras, todos perfeitamente previsíveis: "o PT é comunista", "Stalin matou milhões", "o comunismo matou 100 milhões", "como podem defender um sistema genocida que matou milhões?", "vai pra Cuba/Coreia do Norte", bla bla bla... Comentários como esses, sem nenhuma profundidade, são excluídos às centenas semanalmente dos vídeos de "A Voz do Comunismo". Eles acham(enfatizo aqui o verbo "achar") que estão criando um argumento genial e superdotado de intelectualidade e erudição, pena que não!

Uma coisa que difere nitidamente um comunista de um anticomunista, é que o comunista lê livros comunistas e anticomunistas, para saber o que pensa o inimigo. O anticomunista, ao menos antigamente, lia apenas anticomunistas e o que seu guru anticomunista disse que um comunista disse, a famosa "falácia do espantalho". Os anticomunistas conhecidos por olavettes fazem menos que isso, eles sequer leem livros anticomunistas, apenas repetem o que escreveu seu guru do Youtube, pensador de bordel. Olavo de Carvalho não tem a menor compostura moral e nem intelectual, é desonesto. Num de seus vídeos, por exemplo, ele nos ensina como "os comunistas descobriram a verdade do pensamento de Misés", pois segundo "capturaram livros dos escritório de Von Mises ao chegar em Berlim para depois aplicá-los". Qualquer pessoa com o mínimo de inteligência sabe perfeitamente que tentativas de introduzir o capitalismo na União Soviética vem desde os tempos do conflito "bolcheviques x mencheviques", isso por que o Império Russo não tinha um capitalismo plenamente desenvolvido, daí alguns ditos bolcheviques entenderem a necessidade de um "capitalismo de Estado" como mal necessário. Lenin deu aval a essa necessidade com a NEP, cujo caráter devia ser temporário, outros como Buharin defendiam a continuidade dessa política, tudo isso muito antes de qualquer "captura do escritório de Mises" mentirosamente descrita por Olavo de Carvalho. Mas como vivemos num país que lê onde a "culta, rica e elegante classe média" lê apenas... um livro por ano, em média, então é normal que essa "direita mortadela" veja os vídeos de Olavo de Carvalho e suas bestiais análises políticas e diga "ora, mas que boniteza, tá aí por que implantaram o capitalismo na Rússia, o professor Olavo de Carvalho me ensinou a verdade que não me foi ensinada na escola, que está cheia de comunistas..."

Olavo de Carvalho faz do Youtube o seu picadeiro, onde ele faz um enorme esforço para expressar bravatas caricaturais, para dizer como ele "cospe nos comunistas", e até mesmo "cospe na cara dos generais do Exército Brasileiro", ou para demonstrar como em seus mais de 70 anos consegue berrar palavrões e outros termos de baixo calão, o que lhe confere o título de "vencedor da batalha de Coprogrado". É típico de jovens incultos da era pós-moderna entender que "debate vencido" é aquele onde o interlocutor "humilha" outro, humilhação essa feita através do palavrão e de termos de baixo calão, da coprolalia. Quer dizer, algo que sempre foi considerado pela medicina uma doença eles entendem como virtude. Fui criado por pais e avós que me davam tapas na boca por falar palavrão, esses jovens são "educados" por um palhaço que lhes ensina "como é lindo xingar com palavrões", pois em sua lógica, isso é a "cruzada contra o comunismo". E esse é o nível dos fanáticos histéricos que agora querem a volta da ditadura militar, os mesmo que criticam Maduro por que esse "instaurou uma ditadura". Vai entender...

A camarada Angela Sztormowski demonstrou uma tese há muito levantada por A Página Vermelha, que o marxista-leninista é antes de tudo um homem superior! Sua resposta, pautada em argumentos racionais e respeito pelo adversário, atacando apenas as suas ideias, é dotada de civilidade e conhecimento daquilo que defende, bem como daquilo que defende a oponente, o que lhe garante uma fácil vitória. "Conhece ao teu inimigo e conhece a ti mesmo, e vencerás mil batalhas", escrevia há mais de 2 mil anos o militar e estrategista da terra de Zhong Guô1, General Sun Tzu.

O olaviado, enquanto entidade que só tem algum respaldo intelectual na "blogosfera", cujo habitat natural são os vídeos de Olavo de Carvalho acreditam serem "intelectuais", quando na realidade não passam de meros bárbaros incapazes de reconhecer sua própria inferioridade. Não toleram pessoas intelectualizadas e politizadas, com mais conhecimento, cultura e melhor nível moral do que eles. Não aceitam conviver com as diferenças, com pessoas mais refinadas e comportar-se com compostura em locais que demandam um nível civilizado. São bárbaros frustrados que acreditam que cada comunista tem a obrigação de serem seus "professores particulares de história e de ciência política", mentecaptos que acreditam estarem vivendo em um mundo comunista apenas por que outras pessoas, inclusive não comunistas, não compartilham do mesmo impulso e furor anticomunista oriundos de sua própria frustração existencial.

A fim de finalizar a postagem, vale lembrar a todos os "humanistas de araque" algumas fotos do "GULAG democrático" em diferentes momentos e partes do mundo(não recomendado para pessoas com problemas de saúde!!!):


"GULAG" de Apanteos, El Salvador(esta imagem já foi erroneamente veiculada como tendo ocorrido na Ucrânia, Chechênia e Venezuela)



"GULAG" americano, campo de concentração na Geórgia(EUA) em 1930:


"GULAG" de Abu Graib, no Iraque, supervisionado pela Polícia Militar do Exército Americano, 2004(Observemos o frenesi das policiais militares do Exército Americano, dentre as quais Sabrina Harman, ruiva da segunda foto):






"GULAG" do Império Alemão em meados de 1910 construído na Namíbia antes de Hitler(mas os anticomunistas insistem em dizer que Hitler "copiou os campos de concentração soviéticos", tá bom!): 



E cenas parecidas podem ser vistas em qualquer cadeia no Brasil, no exato momento em que esse texto é lido, bem como em Colônias Penais, onde há casos de prostituição hetero e homossexual, abuso de presos, fuzilamentos como na Candelária, superlotação... E quase sempre contra os mesmos grupos étnicos, os negros! No GULAG soviético havia russos, ucranianos, bielorrussos, chechenos, cazaques e outros grupos, não havia discriminação. Aliás, nem mesmo era uma "prisão para anticomunistas", tanto que havia inclusive anticomunistas. Segundo Olavo de Carvalho, "nenhum sistema no mundo prendeu tantos comunistas como a URSS de Stalin! Por essa mesma lógica, "nenhum sistema no mundo prendeu tantos cristãos quanto os Estados", "nenhum país no mundo prendeu tantos muçulmanos quanto os Estados muçulmanos", "nenhum país prendeu tantos loiros quanto os países escandinavos", "nenhum país prendeu tantos orientais quanto a República Popular da China". A quem esse palhaço acha que pode enganar?

Mas quando falamos em GULAG, é interessante lembrar que o termo vem de "Glavnoe Upravlyenye LAGyera"(Administração Geral dos Campos). E, assim, é interessante destacar o que intelectuais ocidentais não-comunistas escreveram sobre as prisões soviéticas, as quais visitaram, nos tempos de Stalin:

"It is clear that the system is devised to correct the offender and return him to society.   The means employed are associated labor, social pressure, education for a trade, education in Sovietism and in certain stubborn cases disciplinary treatment.   In all these institutions the Code provides that there shall be no brutality, no use of chains, no deprivation of food, no use of solitary confinement, and no such degrading devices as interviewing visitors through screens" Davis, Jerome.  The New Russia. New York:  The John Day company, c1933, p. 221-229

"Está claro que o sistema é dedicado a corrigir o ofensor e retorná-lo à sociedade. Os meios empregados associados são o trabalho, pressão social, educação em troca, educação no sovietismo e em casos de teimosos um tratamento disciplinar. Em todas essas instituições o Código prevê que não deve haver brutalidade, nem uso de correntes, nem negação de comida, nem uso de confinamento na solitária, e nenhum dispositivo degradante como visitantes interrogadores em telas"

"If the inmates were good and disciplined they had almost the same rights as the free workers.  They were trusted and they even went to the movies.  As for the reason they were in the camps, well, I never poked my nose into details.  We all thought the people were there because they were guilty." Remnick, David.  Lenin's Tomb. New York: Random House, c1993, p. 425


"Se os detentos eram bons e disciplinados, eles tinham quase todos os mesmos direitos que os trabalhadores livres. Eles eram acreditados e mesmo iam ao cinema. E a razão pela qual estavam nesses campos, bem, nunca me ative aos detalhes. Todos nós acreditávamos que as pessoas estavam lá por que eram culpados"

"Present at the dinner were some Poles who had been imprisoned in Russia.  They told me what they considered worst in their prison experiences.  It so happened that I had for a time been Director of prisoner of war work in Canada for the World Committee of the YMCA and their description of conditions did not show the Russian camps to contrast unfavorably with those of Canada." Davis, Jerome. Behind Soviet Power. New York, N. Y.: The Readers' Press, Inc., c1946, p. 99

Presente no jantar estavam alguns polacos que foram presos na Rússia. Eles me contaram o que consideravam como pior em suas experiências de prisão. Ocorre que no tempo em que fui diretor do trabalho de prisioneiros de guerra no Canadá para o Comitê mundial do YMCA e sua descrição das condições não mostraram campos russos em contraste desfavorável com aqueles do Canadá"

"...excellent food and clothing, a workday of four to six hours in winter and 10 in summer, and good pay, which enabled prisoners to help their families and to return home with funds" Medvedev, Roy. Let History Judge. New York: Columbia University Press, 1989, p. 508

"...excelente comida e agasalhos, um dia de trabalho de quatro a seis horas no inverno e 10 no verão, e bom pagamento, o que permitia aos prisioneiros ajudar suas famílias e retornar para casa com fundos" (Parece que os soviéticos já implantavam a "bolsa bandido" alardeada pela direita)

"It is curious that despite the relative amount of freedom allowed within the prison, attempts to escape were negligible" Edelman, Maurice. G.P.U. Justice. London: G. Allen & Unwin, ltd.,1938, p. 165

"É curioso como, apesar da relativa quantidade de liberdade garantida dentro da prisão, tentativas de escapar são negligíveis"



1- Zhong Guô(lê-se tchun guô), nome em chinês de China.

24 comentários:

Pedro Sodre disse...

Excelente argumento. Parabéns aos dois!

Só uma pergunta: a foto identificada como guantanamo, Cuba, não seria de abu ghraib, Iraque. Que, aliás, foi outro campo de concentração da ordem democrática e capitalista ocidental...

Abç
Pedro Paulo

gustavo disse...

Ao meu ver, no comentário sobre a instalação de uma característica econômica próxima ao capitalismo durante a NEP, você pecou quando não especificou que essa prática deu-se apenas no setor terciário e na venda de alimentos oriundos de uma agricultura de subsistência, ficando a indústria pesada e extrativista, o "grosso" do capital, sob o poderio do Estado.

É um argumento besta, mas que provavelmente pode dar respaldo para um olavete subentender que mesmo os comunistas não são tão confiáveis no capitalismo, e que apenas através do mesmo a URSS pôde desenvolver-se.

Muito bom artigo, e respostas proferidas por ambos os camaradas. Na resposta da camarada Angela me deu até uma indicação de leitura.

A Página Vermelha disse...

Já corrigi a foto, obrigado!
A coisa mais fácil na hora de refutar olavettes é que por elas não sabem argumentar nem tem pesquisa, apenas xingam, debocham ou quando muito repetem chavões: "ai, o comunismo matou muita gente"(como se ninguém fosse morto no capitalismo ou em qualquer outra revolução política).

Felipe disse...

Cristiano, aonde você tomou conhecimento desses livros que falam sobre o sistema penal soviético?

A Página Vermelha disse...

Através da internet. Saber inglês ajuda MUITO! O inglês é uma das melhores, senão a melhor língua para um comunista, pois além de ser uma língua que comporta muitas traduções oriundas do russo, também traz o que inclusive não-comunistas perceberam na ex-URSS.

Cla disse...

huehuehue' se pedir permissão eu deixo minha foto ai!

A Página Vermelha disse...

@Cla

Olá Clarissa! Tudo bem? Imagino que não, depois de tamanha humilhação. É que "quem fala o que quer, ouve o que não quer". Mas bem, pelo menos essa humilhação foi feita com argumentos, diferente das milhares de calúnias que seu grupelho ideológico faz contra mim e vários outros comunistas.
Quanto à sua imagem, será mesmo que preciso pedir permissão? Você não veio comentar no meu vídeo, utilizando a sua imagem? Ainda assim, repare que não há nenhuma montagem feita nela, bem diferente do que o olaviado faz com fotos minhas. Em nenhum momento foi ofendida a sua pessoa, sendo criticado apanas uma argumentação tão esnobe e de nível tão baixo quanto o seu.
Aqui eu já cansei de repetir, nós não atacamos "pessoas", atacamos ideias!
Da próxima vez, fica a dica, comente os vídeos do Olavo de Carvalho, lá você diz que os comunistas dormem de cabeça pra baixo e todo mundo bate palma. Nossos vídeos são feitos para operários, para comunistas, ou ainda para quem se interessa por política e filosofia. Eu não comento vídeos do Olavo de Carvalho, embora não concorde com eles, mas simplesmente por que aquele espaço é para anticomunistas, logo não há o que fazer lá, e se fizesse não poderia reclamar de usarem minha imagem.
Espero que você tenha aprendido a não se deixar guiar por falsos mestres.

Felipe disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
MonoPÓlio disse...

Bom dia!

Venho aqui apenas dizer que vocês apenas ficaram difamando a Clarissa com argumentos aleatórios que não derrubaram a posição dela, e ficaram falando apenas dos seus kkk' e insultos e se dispuseram a falar mal gratuitamente o professor olavo. Porém, não combateram os argumentos por ela expostos, e inclusive não negaram a acusação dela sobre o regime comunista na coreia do norte, o que foi muito inteligente da parte de vocês.
Depois disso, Angela Sztormowsk colocou vários outros argumentos sobre campos de concentração na Inglaterra, Austrália e EUA, que o bom leitor vem a entender como "olho por olho e dente por dente", "se eles fizeram, nós também podemos fazer", não vou discutir os fatos em si, mas a argumentação da "camarada". Pois bem, ela ainda continua não tendo argumento para debater o que a Clarissa acusou e ainda fala mal dela, do Olavo e seus alunos. Pois bem, se vocês repudiaram ela ter te xingado como o Sr. Cristiano Alves fala no começo do texto, porque usar a mesma moeda sendo vós tão superiores como o autor do blog diz? Isso esta bem claro ao leitor do texto, sendo de que lado for, que até a este ponto as acusações de uma cruel comunidade comunista coreana não foi desmentida.
Angela ainda afirma que ela afirma que a Clarissa Não leu o livro por ela mesmo indicado... Ora, com que direito ela afirma isso? E chama de livro de FICÇÃO! É o mesmo que dizer que na Coreia do Norte não HÁ comunismo.
Angela mais uma vez cita, “Crime and Punishment in American History", um livro e diz:
"....Nos campos de trabalho da URSS se houvesse mortalidade dos detentos ou negligência por parte dos dirigentes esses eram punidos e submetidos a inspeção. Quem estava internado no GULAG era visto como alguém passível de recuperação, o que não acontece nos campos de contração capitalistas."

MonoPÓlio disse...

É o mesmo discurso sobre os presídios brasileiros e da febem brasileira que em teoria são passiveis de recuperação, na realidade não é(rarrissimas excessões, porque eu tenho fé e acredito na mudança de uma pessoa sim!), mas quem conhece a realidade de lá como eu, sabe bem que não é assim. E ela continua e fala que as autoridades do campo de concentração são responsáveis pelas mortes acontecidas lá e não a URSS que é dona dos tais... ORA, isso não é argumento que tire a responsabilidade dela (URSS), é o mesmo que dizer que alguém que pagou outro para matar um terceiro não é mandante do crime, e por isso é inocente. Ela defendeu isso! Esta escrito ai no teu texto.

A partir dai Angela apenas faz um discurso contra o Olavo e pessoas que simpatizam com o seu pensar, não necessariamente defendam tudo o que ele pensa. Afinal, acho que vocês leram e se leram os livros dele e há de concordar com muita coisa que ele escreve, pois se de tudo o que ele escreve vocês não venham a concordar, bom... Seria um tanto irresponsável não dar honra a quem tem honra, mesmo porque ele é respeitado em nível mundial e tem argumentos muito fortes e estudados exaustivamente, fica ai o convite pra O autor do texto Sr. Cristiano Alves para debater com ele, Olavo de Carvalho que não se esconde de um bom debate.

MonoPÓlio disse...

O Sr. Cristiano Alves termina defendendo a Gulag, prisão onde mais de 5 mil eram presos políticos colocados em trabalho escravo, e o pior que tu cita:
"...é interessante destacar o que intelectuais ocidentais não-comunistas escreveram sobre as prisões soviéticas, as quais visitaram, nos tempos de Stalin:"
E faz menção de pessoas que como ele defendem gulag (trabalho brutalmente escavo) e Stalin. Ora... Nem estava na discussão das meninas isso, francamente, Defender Stalin?? DEFENDER STALIN??? Você defendeu Stalin Sr. Alves. E termina sem mais, como se isso bastasse. Que isso cara? É estimado que quase 10 milhões de pessoas morram no regime stalinista.
Sinto dizer que para o bom leitor vocês fizeram de vocês mesmo uma péssima imagem, sem argumentação e o pior, caluniadores, por que isso se chama assassinato de reputação de uma garota e de um professor.
Continuando o Sr. Alves tenta defender sua amiga nessa matéria porque ela precisava, com um argumento tão infantil, sem refutar as acusações dos crimes comunistas expostos pela Clarissa exatamente por serem verdades comprovadas e que a própria Angela concorda.
Então vocês estão defendendo o comunismo a qualquer custo, citando até pró- Stalin!
Para terminar, infelizmente vocês estão defendendo atrocidades nesse texto, atos contra a humanidade, isso foi errado e continua sendo errado. Parabéns a Clarissa por defender as próprias ideias diante de vos.

Espero que seja publicado meu comentário pq vc já esta errado de colocar uma moderação nos comentários, pois é bem cômodo a vc!

Obrigado
Thiago Hellinger

MonoPÓlio disse...

é um dos poucos espaços na rede mundial que não demoniza as lutas populares e os movimentos sociais. Está há 10 anos no ar e é editada em 4 línguas diferentes. Sob uma linha progressista e democrática, A Página Vermelha oferece a busca pela verdade, jornalismo com compromisso e responsabilidade.

Tu cita isso em seu perfil, mas não segue! Irônico né?

A Página Vermelha disse...

@MonoPÓlio

Primeiramente, você diz:

"Porém, não combateram os argumentos por ela expostos, e inclusive não negaram a acusação dela sobre o regime comunista na coreia do norte"

Das duas uma, ou você não leu o debate ou você tem seríssimos problemas de interpretação de texto. O texto não só nega as acusações como demonstra os verdadeiros "campos de concentração" e ainda os equipara aos campos de concentração democráticos.

Ela não se baseou no "olho por olho, dente por dente", apenas demonstrou que o capitalismo faz pior, e ainda demonstrou como sua interlocutora foi hipócrita ao ser seletiva na sua "luta pelos direitos humanos".

"Afinal, acho que vocês leram e se leram os livros dele e há de concordar com muita coisa que ele escreve"

Só uma coisa em que podemos concordar com Olavo de Carvalho sem pestanejar, que o nosso sistema de ensino é uma porcaria por deixar sujeitos como a Clarissa e outros entrarem no ensino superior. Pessoas com problemas de interpretação de texto, pessoas que não leem e perdem tempo com vídeos de sofismas na internet.

Olavo de Carvalho não tem respeitabilidade alguma, exceto entre os conservadores, o que demonstra que andam mal das pernas e tem um nível cultural e intelectual muito baixo! "Seu filha disso...", "seu viado", "enfia um dedo no seu..."... Esses sãos os grandes argumentos de Olavo de Carvalho! E o pior, ele mente. Ele diz que autor X diz uma coisa sem ter dito, daí vai um monte de trouxas e começa a bater palmas, como se ele tivesse dito algo verdadeiro. Mas afinal, esses trouxas são gente iletrada, desinteressada em estudar, apenas querendo alguém que justifique seu ódio para suas frustrações intelectuais. Isso sem falar nos religiosos de final de semana, que não faltam a uma missa mas tem horror a pobre!

A Página Vermelha disse...

"Olavo de Carvalho que não se esconde de um bom debate"

Desde que seja com Lobão, R. Sherezade e a turminha dele.

"O Sr. Cristiano Alves termina defendendo a Gulag, prisão onde mais de 5 mil eram presos políticos colocados em trabalho escravo"

Não termino defendo o GULAG, eu termino explicando como funcionava. E não havia "trabalho escravo", aliás a consulta que fiz demonstra justamente o contrário, que quem trabalhava lá era REMUNERADO.

Se você parte da premissa de que trabalho carcerário é trabalho escravo, então todo país tem trabalho escravo, sendo que o que mais tem são os EUA, com 7 milhões de presos(dados de 2007 da Conservative Voice).

"Nem estava na discussão das meninas isso, francamente, Defender Stalin?? DEFENDER STALIN???"

Se você não percebeu, o tema do debate era "Stalinismo". E sim, temos um grande orgulho de defender o grande campeão da paz e líder máximo da vitória antifascista!

"É estimado que quase 10 milhões de pessoas morram no regime stalinista."

Estimar você pode estimar até em 500 milhões, agora o que os arquivos de Moscou abertos na época do anticomunista Gorbatchov nos mostra é que foram milhares, e não milhões, número baixo se considerarmos que se tratava de um país na iminência de uma guerra sabotado e espionado por potências capitalistas, algo testemunhado até por técnicos estrangeiros.

Nenhum sistema no mundo mata mais do que o capitalismo que vocês tanto se apressam para defender.

"uma péssima imagem, sem argumentação e o pior, caluniadores, por que isso se chama assassinato de reputação de uma garota e de um professor"

Eu não chamaria de assassinato, mas de suicídio de reputação, que é o que cada olavette faz quando posta. O melhor argumento contra um seguidor ou simpatizante de Olavo é deixá-lo falar.

A Página Vermelha disse...

"sem refutar as acusações dos crimes comunistas expostos pela Clarissa exatamente por serem verdades comprovadas e que a própria Angela concorda"

Acho que você está delirando ou simplesmente fez alguma "terapia alternativa" que mudou sua percepção.

A Angela não concorda em momento algum com a Clarissa, muito pelo contrário, ela a desmascara e demonstra que sua acusação não tem fundamento algum!

"Para terminar, infelizmente vocês estão defendendo atrocidades nesse texto, atos contra a humanidade, isso foi errado e continua sendo errado"

Não, estaríamos fazendo isso se defendêssemos o capitalismo, onde 5 milhões de crianças morrem de fome, um sistema que mata 100 mil POR DIA, segundo a ONU, que lança pessoas guerreiras e trabalhadoras para moradas imundas e abandonadas como a favela, enquanto burguesinhos feito você ficam aí querendo desviar o foco, tentando nos ensinar "como é malvado o comunismo". Realmente, pra pessoas como você é um inferno, pois no comunismo não há liberdade para os inimigos do povo e nem para a burguesia, e isso pra vocês com certeza é uma "atrocidade". Aliás pra vocês qualquer coisa que não garanta seus privilégios de classe é "atrocidade", até um pobre pegar o mesmo avião que vocês. Eu gente da sua laia!

"Espero que seja publicado meu comentário pq vc já esta errado de colocar uma moderação nos comentários, pois é bem cômodo a vc!"

Não, não estou errado, simplesmente por que esse é um site sério, não é casa da mãe Joana, nem do "tio Olavo", nem é playground de filhote de burguês!

Você acha que eu não sei que gente como você mantém grupos no Facebook só pra juntar seus amiguinhos e ficar trollando páginas de esquerda?

Esse aqui é um site sério e sei que você não veio aqui para argumentar, veio apenas para "causar" e defender a namoradinha. Nesse site aqui só escreve quem defende os trabalhadores, quem tem militância ou alguma contribuição social. Que militância você tem? Já fez parte de algum sindicato combativo? Já trabalhou para algum? Eu duvido que você já tenha sequer protestado por aumento de ônibus!

Enquanto gente como vocês nos odiarem, isso quer dizer que estamos na linha correta.

Preocupado eu estaria se um monte de pequeno-burgueses desocupados, a "direita mortadela", estivesse fazendo elogios! Aí sim eu me sentiria realmente ofendido.

Cristiano

Felipe disse...

Mas você também sabe ler russo, não é?

Angela Sztormowski disse...

"difamar a Clarissa"

Ninguém tá difamando ela, foi uma crítica das "ideias" dela. Além do mais, ela que veio até nós nos atacando junto com um bando de olavettes que estavam nos xingando freneticamente por causa de um vídeo.Não tem como ela negar que fez isso. Nós não invadimos o espaço dos reacionários, mas também não toleramos a falta de respeito conosco. Entrou na chuva é para se molhar.

A Página Vermelha disse...

@Angela

Em nenhum momento me enganei com essa sujeitinha. Se faz de boazinha, mas olha o que interceptei do Twitter dela:

"Clarissa Santos ‏@ClahrissaSS Mar 17
Para quem ainda não sabe um site de um comunista de bosta me fazendo famosa!"

A sujeita é tão tonta que nem se dá conta de que conseguiu aumentar muito bem o número de visitas a ponto de contribuir pra postagem se tornar uma das 10 mais lidas, o que eu acho bom ;)

Mas é engraçado, a dita cuja mete o nariz onde não é chamada, daí vem me chamar de "comunista de merda". Ou seja, o problema dela não é nem ideológico, até por que ela não pensa, e pra ter entrado numa faculdade é por que esse país tem seríssimos problemas no ensino e especialmente na prova de Redação. O problema dela é moral mesmo. E ainda se diz "cristã", apesar de que o cristianismo considera a ira e a preguiça como dois dos sete pecados capitais. É a famoso "cristã de salão", interessada apenas num motivo pra sair em fds e pendurar uma cruz no pescoço.

Reacionários são assim, adoram fazer de bonzinhos na sua frente, mas viram o cão por trás de você. Na minha época do Sindicato dos Petroleiros eu via muito isso, representantes de empresas que na frente do sindicalista era altamente polido, mas por trás descia a chibata nos operários e ainda nos pintavam como o diabo.

É por isso que não há sequer UM argumento dos reacionários que abalem minhas convicções comunistas. São todos uns frustrados ou puxa-sacos de capitalistas e latifundiários!

Thaise disse...

A única coisa que eu realmente queria entender, é se as olavetes realmente acreditam nessas bobagens que escrevem. Olavo fala a merda, as olavetes reproduzem e conseguem se sair piores que ele.
Simplesmente lavou minha alma a argumentação de vocês.
Só não entendi essa associação de paulista, catarinense, sudestina...
Não que eu morra de amores por São Paulo, eu não tenho culpa de ter nascido aqui. O que me deixa mesmo curiosa é: vocês acham que aqui em sampa tem mais olavetes por metro quadrado? Isso me assusta muito, rsrs!

A Página Vermelha disse...

@Thaise

Prezada Thaise, respondendo à sua pergunta, não apenas achamos como temos certeza disso. Por se tratar do posto mais avançado do capitalismo no Brasil, logo São Paulo sofre os efeitos ideológicos disso. Pós-modernos e reacionários neocon multiplicam-se como baratas. Ambos integram o mesmo chorume ideológico.

Obrigado!

Mauricio Sosa Recuero disse...

Cristiano e Ângela:

Obrigado pelo seu trabalho e por pensarem sempre com a consciência humana a través da moral e a ética, por sempre ir atrás da verdade e desconfiarem sempre da ¨historia oficial¨.

Isso é ser Comunista camaradas.
Um abraço.

Mauricio Sosa Recuero disse...

Acho que mandei duas vezes a mesma mensagem. Peço desculpas se for assim.

Muito grato.

Mauricio

Pedagogia do Futuro disse...

Realmente a direita simplesmente muda de roupagem entra século sai século. Pois assisti um filme no youtube, que conta a história de Vlad o Empalador, que deu origem ao gênero literário de Drácula, o vampiro, sua verdadeira história como é retratada neste filme Romeno de 1982, mostra que foi um tremendo sanguinário que inclusive queimava mendigos, o que demonstra um pré nazismo. Mas também em Odisséia de Homero, percebe-se que o mito é uma figuração dos poderosos, isto é, o ciclope Polifemo, gigante de um olho só, era um ricaço dono de quase toda ilha, de ovelhas, cabras carneiros, bodes, plantações, que nascia de graça para ele, porém não queria dividir nada com ninguém, nem com os iguais a ele, só ele queria usufruir da riqueza da terra; do mesmo modo o dragão do Apocalipse era o império romano, e a besta o imperador. O que eu quero dizer é que a direita sempre se reproduz, e os monstros dos mitos se referem a esta reprodução social. Porém sempre se percebe que de acordo com a figuração dos mitos, esses monstros são sempre imperfeitos, e sua imperfeição é o seu ponto fraco, o ciclope só tem um olho, por isso foi cegado por Ulisses; o dragão do Apocalipse tem sete cabeças e dez chifres, ora para ser perfeito deveria ter catorze chifres, dois em cada uma das cabeças. Portanto isso demonstra que a direita, que sempre se diz direita, sempre foi imperfeita, por isso seus argumentos são fracos, e não correspondem à realidade, porque o fato é que são individualistas, ou seja só eles querem usufruir dos frutos da terra e do trabalho do homem, só eles se acham no direito de comer tudo e não deixar nada para ninguém. vivem competindo com todos, o direito de um querem ganhar mais do que o outro, isso entre eles, tanto é, que um banco concorre com o outro, um supermercado concorre com o outro, uma grande seguradora concorre com a outra e assim sucessivamente, mas em uma coisa eles sempre se unem: contra o povo e seus direitos, porque a mentalidade deles é só eles ganharem, ed as custas da exploração do povo. Pois enquanto eles têm boas escolas, faculdades, hospitais, alimentação,o povo só recebe coisas de má qualidade. Por que? só eles querem dominar e ganhar. Entretanto, quando aparece os comunistas reivindicando uma sociedade mais justa, que acabe com essas brutais diferenças sociais e econômicas, eles respondem com todas as agressões possíveis. Por que? Porque eles não têm verdadeiros argumentos para se defenderem, pois sabem que sua postura elitista é completamente errada, porque só causa desequilíbrio em todos os sentidos até mesmo ambientais. todavia não querem abrir mãos de seus privilégios. Porque pensam assim: Estamos numa boa, com todo dinheiro do mundo, comendo caviar e bebendo champanhe, porque "trabalhamos". Quem são esses bando de vagabundos para querer acabar com nossa fortuna! Pobre é pobre porque é vagabundo! assim eles começam a denegrir a imagem dos comunistas de tudo quanto é forma, e é o que faz Olavo de Carvalho - talvez querendo ser um novo Carlos Lacerda -, um neonazista, que não tem diálogo, só palavrões que não merecem ser reproduzidos neste bolg. A unica coisa que faz é pregar o ódio, mas a verdade sempre vence, pois a história acabará com eles, e mostrará que essa diferença brutal social e econômica que eles patrocinam, para só eles ganharem, só causa milhões de mortes no mundo inteiro, pois os hospitais que eles impõem aos pobres, já são verdadeiros campos de concentração neonazistas, pelas gentes abandonadas em corredores, inclusive lares precários sem a mínima condição de habitação de fato, verdadeiros buracos, portanto esse é o novo campo de concentração deles. Lutemos contra isso. Só o socialismo e enfim o comunismo salva.

robert luiz disse...

Basicamente, como nazistas e capitalistas mataram suas populações, o comunismo também pode,