domingo, dezembro 02, 2012

MUNDO: Na Rússia, ativistas neonazistas são atrizes de pornô interracial

Por Cristiano Alves


Nos dias atuais tem sido comum o chamado "pornoativismo". Assim, mulheres são frequentemente usadas por organizações para exibir seus seios e atrair rapazes na puberdade para sua causa. Embora muitos associem esta prática ao FEMEN, já em fins dos anos 90 e começo da década de 2000 o Partido Nacional Bolchevique trazia fotos de lindas militantes com beijos ardentes entre si, e mesmo ensaios fotográficos onde as "amigas de combate" apareciam seminuas, porém sem explicitar suas partes. Mais tarde o FEMEN, grupo ucraniano, resolveu escancarar tudo. O que poucos sabem(e o que surpreende) é que nesse universo está inserido um grupo conhecido por seu moralismo burguês, os neonazistas.

Oksana: militando e atuando(diagonal abaixo)
Segundo J. A. Rogers, renomado historiador, o tirano alemão Adolf Hitler considerava os negros como "semi-macacos". Seu fracassado partido perseguia negros, especialmente na Rinelândia, região alemã, até linchá-los. Hitler dizia no Mein Kampf que os negros foram "levados pelos judeus para a Alemanha para "bastardizar" a raça ariana", seu governo criou as "Leis de Nuremberg", que a exemplo dos Estados Unidos proibia casamentos e mesmo relações de cunho interracial. Apesar de seu ódio antinegro, Hitler também odiava certas categorias de brancos, especialmente os eslavos, que há tempos eram apresentados como uma "raça inferior" nas escolas imperiais alemãs do século XIX. O fracassado tirano acreditava que eles deveriam ter suas terras tomadas e transformados em escravos para senhores alemães. Levando a cabo essa política, este grupo acabou sendo a maior vítima da IIGM, tendo sido mais da metade da população polonesa destruída e dezenas de milhões de soviéticos(em sua maioria eslavos) mortos durante a guerra.

A história, entretanto, parece não ter ensinado a alguns a monstruosidade e o caráter desumano das ideias hitlerianas. Na Rússia, as militantes de uma organização neonazista denominada "NSI" gastam seu tempo livre praticando uma atividade que faria os restos mortais de Hitler sacudirem-se como um exânime, se soubesse que suas "alunas" eslavas exercem seus "dotes artísticos" no cinema pornô. As pornoativistas Oksana Okladnikova e Maria Vlazneva, administradora da página do NSI na rede social "VK", que quer "retornar a Rússia para os russos étnicos"(como se Putin e a burguesia russa fossem chineses), foram identificadas em sites pornográficos por um hacker denominado "Apchan", e o mais surpreendente, contracenando com atores afrorrussos(!!!). Cenas captadas pelo hacker deixam evidente um interesse não apenas econômico... Não se sabe ainda se o partido neonazista teria contratado as duas pornoativistas para atrair membros na puberdade ou se há envolvimento do líder partidário na promoção de tais filmes, o "etnólogo" Dmitri Bobrov(Shultz). Este teria confirmado os fatos, anunciando a expulsão de uma das garotas e alegando que ambas eram meras "candidatas ao partido", apesar de até administrarem seu grupo na rede social russa. O escândalo da "blogosfera" rapidamente se espalhou pela internet russa, tendo algumas organizações até mesmo convidado as pornoativistas para suas organizações, onde o onanismo não se restringe ao nível mental. Ambas são ex-integrantes de torcidas organizadas de futebol, um terreno fértil para potenciais militantes de organizações fascistas na Rússia, recrutadas sob a promessa de "fazer algo pela Rússia".

Jovens universitárias russas são frequentemente cooptadas para o rico mercado pornográfico surgido na Rússia capitalista de Yeltsin e Putin, entretanto, mais vergonhoso que o envolvimento de ambas(eslavas) em filmes pornôs é seu envolvimento com uma organização neonazista, tão absurdo e ridículo quanto uma associação de "negros nazistas" ou "judeus nazistas". O mais surpreendente no caso, e mesmo cômico, é a prova de que não existem limites para a hipocrisia humana, especialmente num mundo movido pelo capital, que tudo e a todos compra, que derruba até mesmo a Grande Muralha da China. Ponto para Marx, zero para Hitler.

Administradoras de grupo neonazista atuando em pornô interracial: não há limites para a  hipocrisia

9 comentários:

FireHead disse...

E alguma vez alguém te explicou que o nazismo significa nacional-SOCIALISMO com medidas completamente de Esquerda?

A Página Vermelha disse...

E daí? Se eu mudar essa nome para "A Página Conservadora" isso não faz dela uma página "conservadora", já que seu conteúdo será comunista. Se eu chamar um jumento de "cavalo árabe" isso não faz dele essa nobre raça de cavalo.

As medidas do nacional socialismo não são de esquerda, pois esquerda não defende a eugenia, só para citar um dos exemplos.

A Página Vermelha disse...

Até os adoradores de Adolf reconhecem-no como um capitalista:

http://www.stormfront.org/forum/t927516-10/

É bom sempre lembrar. Programa de privatização do Partido Nazista:

http://www.ub.edu/graap/nazi.pdf

Logo seu argumento vai por água abaixo. O fato do nazismo ter Estado forte não o caracteriza-o como socialista, pois se assim fosse o rei Luiís XIV também era socialista. "L'estat cest moi".

Erika Kügel disse...

Se dentro do partido nazista existia diversificação de opiniões, imagina no comunismo....

Dinheiro na Net disse...

http://www.pornteengirl.com/gallery/serenity/whiteteensblackcocks.html

Dinheiro na Net disse...

http://peachyforum.com/t/serenity-doubleteamedteens-zoe-hardfucktales-353191.aspx

Jonatas Renatomartins disse...

Mais um reforço contra os desinformados que continuam afirmando que Hitler era socialista e de esquerda...

http://revistamarx.wordpress.com/2014/09/07/historiador-explica-porque-hitler-nao-era-socialista/

gabriel disse...

Qual o nome dessa delicia aí ? já ví um vídeo dela porém não me recordo do nome rsrs

gabriel disse...

Qual o nome dessa delícia aí ? já ví um vídeo dela porém não me recordo do nome rsrs