segunda-feira, dezembro 20, 2010

EXCLUSIVO: Documentário desmascara o Holodomor

EXCLUSIVO:

Holodomor: a farsa desmascarada

Por Cristiano Alves

Documentário exclusivo, inédito em português, revela o processo de falsificação de fotos do que se conhece por "Holodomor". Nele é demonstrado como fotos da fome de 1921 do álbum sobre a fome na Rússia de Ditloff Hansen, explorador e cientista sueco, são apresentadas em filmes, livros, exibições, documentários televisivos e internet como sendo "provas do Holodomor".

Esta farsa, cujo objetivo é reescrever a história e minimizar os crimes do nazismo, uma vez que é defendida por anti-semitas fervorosos que negam o holocausto de judeus, apareceu primeiro na imprensa nazista, nos anos 30, e depois no Chicago American, que fazia parte do complexo capitalista de William Hearst, admirador do nazi-fascismo. Hoje na Ucrânia, é usada para minimizar os problemas trazidos pelo falido sistema capitalista no país, que provocou a redução populacional no país e sucateou sua economia.

 

   
 
 

18 comentários:

Anônimo disse...

Não tenho conta no Blogger e só consigo status de anônimo, mas faço questão de assinar em baixo. Meu primo é ucraniano(para quem quer checar, seu nome é C. Stratuliak), linguista, vive no Canadá onde exerce a profissão de professor universitário. Outro dia falávamos exatamente sobre esse tema em discussão, e confirmou, não exatamente o holomodor, mas a falsificação histórica que mata e continua matando o seu povo, pois um povo sem história, não existe. Isso é um genocídio. Imagine uma criança que cresceu acreditando em algo como sendo a verdade e mais adiante descobre que tudo não passava de uma fantasia? Agora imagine um povo... Uma nação...
O maior crime contra os ucranianos continua acontecendo, e é o da omissão da sua verdade histórica. O que envergonha mais um povo do que isso? Não seria no todo, estranhoso, se me dissessem: que seria melhor a um povo ser vítima da fome do que da ignorância.

Douglas M., de Florianópolis/SC.
Bal. em Direito pela PUC/Unerj
Prof. historiador.

Anônimo disse...

Se o "Holodomor" é uma farsa, o que se dirá do "Holocau$to"???

Sekhemkhet disse...

Interessante. Ainda não me aprofundei no tema, mas vou pesquisar mais.

Mas uma coisa é certa: o holofal$o judaico da IIWW e seus seis trilhões de mortos é a maior mentira do século XX.

Anônimo disse...

Fridtjof Nansen é o nome correto, abraços.

Jessé Amaral Chahad disse...

A utilização de imagens que não correspondem ao fato, certamente não é louvável. Mas acreditar que por isso a Grande Fome não matou ninguem, é corroborar com um esquema ideológico que visa inocentar o sistema capitalista pela tragédia.
Após a primeira falencia do sistema capitalista em 1929, a fome se espalhou e certamente muita gente morreu. No imaginário do povo ucraniano, é importante saber que passaram essa tormente mas se firmaram como nação. Venceram tudo isso, e agora tem a democracia.
Agora,se quisermos ir mais profundamente, veremos que a história é uma construção, e cada poder a articula de uma forma, de acordo com seus interesses.
Todas as nações são baseadas em mitos de formação, todos os estados-nação foram praticamente inventados.
Sendo assim é muito comum crescermos acreditando em uma verdade e depois descobrimos que fomos enganados,se nos aprofundarmos veremos como isso começou. As imagens não eram originais, porem retratam da mesma maneira o acontecimento em questão.

..niuk disse...

farsa e o regime comunista.
Desde criança, escuto meus parentes, ucranianos, falarem do Genocidio e perseguiçao aos Ucranianos efetuada por Stalin. Mandou varios parentes para a Siberia, e confiscou a comida no inverno para poder exportar e abastecer as cidades Russas. Com certeza os dirigentes comunistas nao morreram de fome - estas pragas.
Qual a maior ditadura militar ainda existente na America ¿¿¿¿

Anônimo disse...

A fome na Ucrania aconteceu sim.Mas os motivos foram que os camponeses se recusaram a coletivizar suas terras e fazer parte de uma sociedade comunista que funcionace bem,mas a maioria dos camponeses sovieticos daquele tempo era analfabeta,miseravel e totalmente ignorantes a mudanças e não faziam ideia das geniais ideias comunistas e recusaram a coletivização de Stalin,pois eram enganados por seus antigos patrões donos das terras a serm coletivizadas,os chamados"kulaks"que eram czaristas lhes prometiam a terra que moravam se lutacen contra o comunismo.Quem ajudava na coletivização não sofria absolutamente nada pois cerca de 2 milhões de Russos tambem morreram,e os porcos capitalistas se aproveitaram da situação em seu proveito enganando o mundo inteiro.

Matheus disse...

Parabéns, você é mais um dos alienados pelo governo Russo, que até hoje faz pessoas acreditarem que nada aconteceu, que o maravilhoso líder Stalin cometeu crime algum de guerra.
Bem como o Cristianismo nunca foi oprimido na Ucrânia, nenhuma pessoa foi morta e apenas as fotos supostas russas são verdadeiras. Para pessoas que não estão diretamente ligadas aos fatos isso tudo é uma piada. Piada vai ser, eu espero, o julgamento Divino dos opressores, ainda creio que um dia todos irão se arrepender de atacar ainda mais os ucranianos e os outros povos oprimidos pelos "GRANDES" líderes russos.

Anônimo disse...

Cara pra vc ser ridiculo falta melhorar muito, vai falar do que vc entende e não julgar as "farsas" que sim ocorreram, mais pelo totalitarismo soviético, se manca velho e vai estudar e não se basear em propósitos soviéticos rídiculos que claro combinam com você

Anônimo disse...

Nossa agora vc quer comparar a Ucrânia com o nazismo... opaa quem era o maior aliado de Adolf Hitler na Europa ahhh era um carinha chamado de Iosif Vissarionovich Djugatchvili, esse um ai chamado de Stalin ahh ele era famoso por governar a URSS conhece animal? então retardado pra que um grande parceiro iria atacar o outro se os dois cooperavam no extermínio de judeus e eslavos, ahhh estes onde se encaixam os ucranianos. Vai estudar PALHAÇO, ahh outra coisa, muito que se confia em um blog com os motivos comunistas.

A Página Vermelha disse...

@Matheus

Eu não cresci lendo o Pravda, cresci vendo o jornal do Borís Casoy, o Jornal Nacional e lendo a Veja em praticamente todo lugar que chego(pois não importa se é consultório médico, escritório de advocacia, bodega... sempre vai ter a Veja, panfleto de extrema-direita lá), logo não me venha com essa lorota de "propaganda russa".

Só por que você viu UMA versão dos fatos, isso não quer dizer que você é o detentor supremo da verdade absoluta, deixe-me lembrar que Yuschenko e os apologistas de Stepan Bandera NÃO são deuses e nem são oniscientes.

As fotos mostradas aqui não são "supostamente russas", elas SÃO fotos russas da IGM e da Guerra Civil, isso já foi algo provado e estão no álbum de Frjtjoff Nansen. Não é nenhuma novidade para mim que direitistas falsifiquem histórica. No Facebook mesmo eu já vi direitista pegando foto de sérvios enforcados pelos fascistas alemães com a legenda "Vítimas da Revolução Russa".

Se você tivesse se dado ao trabalho de ler o documentário e analisado e refletido sobre ele talvez deixasse de ser esse sectariozinho que você é?

O problema é que trolls e sectários são como uma seita, anticomunismo é religião, é inquisição. Não importa se você mostrar para ele um outro direitista provando o que você comunista diz, ele vai dizer igualmente que "é propaganda russa/comunista".

A Página Vermelha disse...

"Nossa agora vc quer comparar a Ucrânia com o nazismo..."

A Ucrânia atual é governada por anticomunistas radicais, adeptos de S. Bandera, considerado um criminoso de guerra em vários países da Europa(não só na Rússia). Quando capitalistas e comunistas concordam que um colaborador de nazistas é um criminoso de guerra, você não pode nos acusar de "parcialistas".

"opaa quem era o maior aliado de Adolf Hitler na Europa ahhh era um carinha chamado de Iosif Vissarionovich Djugatchvili"

ERRADO!!! Stalin e Hitler NUNCA forma aliados. Eles tinham um Pacto de Não-Agressão, que nunca foi o mesmo que aliança. Isso aconteceu por que anos antes o seu Daladier e Chamberlain, representantes do capitalismo e do imperialismo britânico e francês, concordaram em entregar a Tchecoeslováquia e todo o Leste Europeu a Hitler. Após tentar insistentemente alianças militares com a França, com os tchecos, até com os britânicos, só restou a Stalin um tratado de não-agressão para adiar a guerra. Ele foi sábio, pois se não o fizesse teria que combater alemães, ingleses e americanos!

"Vai estudar PALHAÇO"

Caso não tenha visto, esse blog tem fontes, nada aqui é "achismo".

"ahh outra coisa, muito que se confia em um blog com os motivos comunistas."

Argumento AD HOMINEM! Mas tá, deixa eu voltar pro meu churrasco de criancinhas aqui.

História da luta de classes disse...

Foram os "Latifundiários" que agravaram a fome? e se sim onde estão as provas mais contundentes?

Por Favor, eu não gosto de bate boca idiota a minha preocupação é simplesmente com as fontes, muito obrigado e parabéns pela iniciativa!!!

A Página Vermelha disse...

É só ver o vídeo que há menção a um artigo de Mazepa onde ele fala da campanha da direita para sabotar a agricultura.
O próprio "Livro negro do comunismo" menciona como os fazendeiros gozaram de um sistema de livre mercado, passando a intensificar seu comércio no campo, a ponto da quantidade de grãos na cidade despencar. Por isso houve a requisição forçada de grãos. Se não houvesse, hoje estariam acusando Stalin, os comunistas ou a URSS de "matarem as cidades de fome".

O ponto central é que muito antes de haver URSS já havia fome na Ucrânia e outras partes da Rússia, logo isso anula a tese de "fome comunista", assim como os problemas de 1932 não atingiram "só os ucranianos"(o que derruba a tese de genocídio), atingindo também o Cáucaso setentrional e a Rússia meridional.

Os problemas principais foram, em poucas palavras, causados pela reorganização da agricultura, seca e tifo, e não por que "queriam eliminar povo X ou Y". Acredito que com o tempo a verdade substituirá a propaganda. Não que as pessoas que vivenciaram esses problemas sejam "mentirosas", mas eram em geral camponeses que hoje são iludidos coma a ideia de que isso era algo para "eliminar os ucranianos", pilar ideológico dos direitistas daquele país.

Globali Ism disse...

de falsificação é com o comunismo mesmo o tio do ditador gordo. Da Coreia do norte que foi morto por cães foi apagado de várias fotos em que ele estava junto com o ditador.

A Página Vermelha disse...

"de falsificação é com o comunismo mesmo o tio do ditador gordo. Da Coreia do norte que foi morto por cães foi apagado de várias fotos em que ele estava junto com o ditador."

Ele foi morto por corrupção, não são os coxinhas que dizem que "tem que combater a corrupção"? Exceto, claro, quando se trata de corrupção do PSDB, da ditadura militar...

Você tem alguma prova de que ele foi removido em fotos oficiais do governo? Não fale do que não sabe.

John Rodrigues disse...

Cara,você é o melhor ! Comecei a alguns anos minha vida política, inicialmente como um direitista e depois que fui estudando mais, passei para a esquerda reformista, mas depois de muito tempo lendo vários livros, pesquisando a fundo a história e sobre o comunismo, e conhecendo seu canal, hoje eu tenho orgulho de dizer que sou comunista ! A campanha capitalista contra o comunismo é extrema, que atinge até mesmo militantes de esquerda, como me atingiu. Mas esse seu canal e sua página é são lugares que podem libertar as pessoas disso, já que estão cheio de fontes e informações, Orientais principalmente, que nos faz abrir os olhos. Parabéns.

Israel disse...

A primeira vítima numa guerra, é a verdade...