quinta-feira, setembro 18, 2014

CANAL DA VITÓRIA: Danilo Gentilli, um fascistinha de butique






Veja mais:

http://apaginavermelha.blogspot.com.br/2012/12/sociedade-danilo-gentilli-um-perfeito.html

http://apaginavermelha.blogspot.com.br/2013/10/brasil-uma-heroina-do-nordeste-contra.html

2 comentários:

domingos alessandretti disse...

O ataque de Luciana Genro a Aécio Neves no debate organizado ontem (16) pela CNBB lembrou os velhos tempos do PT, anterior à vitória de Lula em 2002. Dura e afiada, Luciana encarou o adversário como opositor de classe. Não perdoou um segundo. Típico embate dos primeiros anos da vida do Partido dos Trabalhadores e de toda tradição de esquerda marxista onde o programa está acima de tudo. Aécio revelou total desconhecimento deste terreno de disputa. Fugiu, tentou mudar de assunto, tentou desqualificar Luciana. Continuou sendo caçado pela verve metálica da candidata do PSOL como num carrossel enlouquecido.

A trajetória de Luciana Genro cruza com a de outros militantes que foram alijados do centro do processo decisório do PT.
Daí certa surpresa de muitos que acompanharam o debate de ontem. Até então, era Eduardo Jorge, outro ex-militante petista, médico sanitarista oriundo do Partidão que sempre atuou na periferia da cidade de São Paulo, que chamava a atenção pela desenvoltura e perspicácia, além de objetividade e clareza programática. Mas havia mais gente oriunda do PT no debate de ontem. E gente que nunca esteve no centro do poder do lulismo. Era o caso de Luciana Genro. Forjada no PT pré-lulismo, vimos na tela de televisão ressurgir a escola das correntes internas do PT. Uma agressividade desconcertante, foco ideológico e programático, rapidez de raciocínio e coragem.

A ausência deste PT no PT de hoje é o que cria tanta perplexidade em militantes contemporâneos do partido de Lula quando jovens saem às ruas em protesto. E é o que cria frio na barriga quando Dilma Rousseff entra no estúdio para debater com seus adversários.

A ausência, enfim, é o que está transformando o PT em Partido da Ordem.

diego garcia de matos disse...

Grande Cristiano, só não concordo com você em um ponto: Que Luciana Genro tenha humilhado esse imbecil, eles atacaram países que praticaram o socialismo científico dizendo essas nacionalidades e seus governantes mataram milhões e ela não conseguiu de forma objetiva silencia-los com argumentos como você faz aqui na Página Vermelha, então penso que ela se saiu muito mal nessa entrevista, não rebatendo os argumentos e os clichês conhecidos por nós emitido pelos reaças do programinha desse fascista.