sábado, outubro 02, 2010

PSTU cede espaço para o PSDB no último dia do horário político

Cristiano Alves


Nesta quinta-feira, dia 30/09, se deu o último dia do horário eleitoral, onde cada candidato e partido emitiu sua última mensagem ao eleitor.

Ocorre que no horário político do PSTU, entretanto, teve lugar o direito de resposta deste partido, o que deve ter estristecido muitos seguidores deste, talvez mesmo parecido uma injustiça para alguns que não fazem parte do PSTU. Ocorre que, para quem conhece a natureza deste partido, a realidade é bem diferente.

O PSTU, que tanto adora difundir as calúnicas de revistas como a VEJA, que tem na chefia de sua edição altos nomes do PSDB, de fato caluniou intencionalmente o candidato José Serra para, assim, ceder seu espaço para o PSDB. Todos aqui sabem que muito da ideologia do PSTU tem por fonte a Veja e outros órgãos burgueses ligados ao PSDB, de maneira que, assim, como bons trotskistas que são, apenas cederam seu espaço para a burguesia, a despeito de seu jargão.

O mesmo processo se deu em diferentes estados da federação.

Um comentário:

iglusubversivo disse...

Bom, primeiramente deixo claro que não sou nenhum trotskista nem militante do PSTU, você pode ver em meu site, que defende o socialismo revolucionário, marxista-leninista. O que você disse aqui, Cristiano, não é verdadeiro. O último programa do PSTU não foi ao ar porque o TSE o retirou, em favor do PSDB, que taxou a denúncia de "injúria". Diz uma notícia do blog gilmar16.wordpress.com: "Nesse dia 28, o Tribunal Superior Eleitoral concedeu direito de resposta ao candidato do PSDB à presidência, José Serra, contra o PSTU. A medida se deu contra o programa de Zé Maria denunciando a corrupção, veiculado no dia 18 de setembro, em que mostra a relação entre o PSDB e o ex-governador do DF, José Roberto Arruda (ex-DEM), preso por dois meses pelo escândalo do “mensalão do DEM”. O partido de Serra integrava a base de apoio de Arruda."